Mostrar mensagens com a etiqueta Fitness. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Fitness. Mostrar todas as mensagens

Fitness | A gelatina mais light


Eu tenho cabeça de gorda num corpo de magra, tranquilo, já me estou a habituar a viver com esse facto recente. MAS... tenho feito uma reeducação alimentar e por muito que me apeteçam certas coisas, eu como bem, saudável e porto-me razoavelmente bem.
Eu não faço dieta. Tenho o meu peso ideal (2 kg abaixo até) mas gosto de me manter assim e estou a conhecer novas formas mais saudáveis e igualmente (isto é mentira) prazerosas.
A gelatina é óptima para nos matar aquela fúria do açúcar ou para ter um snack a qualquer hora do dia e gosto sempre de comprar da marca Condim porque têm mesmo mesmo mesmo muito poucas calorias por porção e embalagem. Gosto de todos, ou quase todos, os sabores e tenho sempre algumas em casa.
Hoje experimentei a de limão e sabe a Fairy de limão para lavar a louça. 
Ou àquele cheiro do WC pato. Ou àqueles condicionadores que deixam cheirinho no carro. Ou àqueles líquidos para lavar a casa de banho de limão. Sabem? 
Aquele limão mesmo mesmo concentrado e falso.

Pronto, é isso mesmo. Acho que consegui passar a mensagem e vim só avisar-vos que, podem comer todas as Condi's do mundo -que são óptimas e super super aconselhadas para quem está em processo de dieta ou manutenção de peso-, mas não escolham a de limão.


E não, este post não foi escrito em parceria com a marca das gelatinas. Mas podia ter sido. Se me estiverem a ler, mandem umas 100 caixas de gelatina sim? Menos a de limão.

Fitness | 1 mês depois, estou de volta


ESTOU DE VOLTA!

Estive um mês sem fazer exercício e esforços maiores e senti tanta falta! 
Sempre gostei de desporto e nos últimos anos o meu desporto baseou-se numas corridas na rua e ginásio, mas agora depois de ter-me livrado definitivamente das gorduras que não saíam nem por nada (grrrr), estou ainda mais motivada para me mexer mais, voltar a ser assídua no meu ginásio e tonificar tudo!! 
Hoje voltei com um treino mais leve, aquecimento na passadeira, exercicios localizados de glúteos e perna, bíceps e tríceps e depois um pouco no TRX. A maioria já deve conhecer estas "cordinhas" onde podemos trabalhar os músculos usando apenas o peso do nosso próprio corpo. O que eu estava a fazer é óptimo para exercícios da zona abominal! 
Sem dúvida o Holmes Place vai ser um grande aliado no restante da minha recuperação e na tonificação do meu corpo. Acho que vou optar por voltar a ir a mais aulas umas 2 ou 3 vezes por semana e depois faço treino de máquinas e aproveito as aulas curtas de abdominais que estão constantemente a ser dadas na sala... Projecto SAÚDE, aqui estou eu de novo!!

Não se esqueçam que um corpo de Verão... é construído no Inverno! 

Sigam-me no Instagram em @helenacoelhooo porque tenho dado ideias de coisinhas saudáveis para comermos quando nos dá a chamada "fúria do açucar" ahah

Fitness | Holmes Place - Made In Brasil





Eu cá continuo os meus treinos e estou a tentar ser cada vez mais assídua no Holmes Place. Ando no do Parque das Nações, e até costumo ir às horas que supostamente haveria muita confusão mas dado o tamanho das instalações, a quantidade de máquinas e o bom ambiente, nunca senti que tivesse de mudar de horário ou que estisse demasiado cheio ao ponto de mal dar para treinar (algo que me acontecia em ginásios anteriores). 

Ontem saí de casa com intuito de ir a Body Pump (a minha aula favorita e que me "molda" o corpo em 3/4 semanas de treino 2 a 3 vezes por semana). Quando cheguei ao ginásio já não havia senhas porque é uma aula muito concorrida e decidi ir à aula que havia a seguir, independentemente daquilo que fosse. 
Era MIB (Made In Brasil) e eu fiquei a pensar que seria dança ou algo do género e que era uma aula fácil por isso ia ser para relaxar um pouco.
Mal sabia eu no que me estava a meter... é uma aula apenas de meia hora, mas são os 30 minutos mais aterrorizantes para as nossas pernas que possam imaginar!!
Música sempre animada, com uma coreografia que insiste sem parar em glúteos e pernas. 
Só experimentando é que conseguem ter a noção do que vos digo, há imensas repetições de cada exercício e progressões de carga (sim, em metade da aula temos pesos nos tornozelos para que os exercícios custem mais).
Aconselho vivamente a quem (como eu) quer erder gorduras localizadas, tonificar o rabo e as pernas e ajudar a combater a celulite. 
A motivação maior é saber que só dura meia hora e o que custa mais... the day after. Hoje apetece-me subir e descer escadas de gatas mas é sinal que trabalhei bem e que tenho de voltar lá.

Hoje vou fazer uma aula diferente (total condicionamento) e depois conto-vos o que achei. 

Fitness | Holmes place is my partner in crime



Finalmente pude voltar à minha vida um bocadinho mais activa e mais "fit"
O fit está entre aspas porque nos últimos meses e por várias razões não muito agradáveis, aumentei de peso e volume e já não me sentia muito bem comigo mesma. Não sou pessoa de me conformar e portanto decidi mexer-me e fazer alguma coisa. 

Já tinha ouvido falar imensas coisas super boas do Holmes Place, mas só agora pude confirmar. 
Marquei uma avaliação e tive uma pessoa só comigo a fazer-me todas as pesagens, medições e perguntas necessárias, que fez comigo uma hora de exercícios e que tentou entender tudo o que seria melhor para o meu treino, todos os pesos correctos, a melhor forma de os fazer e dessa forma, poder definir o meu plano de treino. 

Adorei tudo e acho que isso ainda foi mais motivante para o meu início de treinos. 
A minha falta de tempo para conciliar ginásio com aulas está a obrigar-me neste momento a frequentar mais aulas do que propriamente a sala de máquinas mas confesso que estou a amar. 
Body Pump já sabem que eu amo, tenho feito iCicle, total condicionamento...
Mais tarde farei um post específico sobre os meus treinos e o que tenho experimentado, o que mais gosto, etc!
:))

Fitness | Panquecas de banana e aveia




Para quem me segue no Instagram já viu por lá várias vezes o meu pequeno-almoço ou afternoon snack com estas óptimas panquecas! Recebo comentários a perguntar como se faz, quais os ingredientes e portanto decidi fazer em post para esclarecer tudo! 
Conheci estas pequenas maravilhas através da Inês Mocho e desde então tenho comido regularmente. 
São super saudáveis porque não têm farinha, manteiga e essas coisas que encontramos nas panquecas normais! 
Demoram cerca de 10 minutos a fazer e são simplesmente deliciosas! Believe me


(Para uma pessoa)

- 2 colheres de sopa de aveia (em grão ou em pó)
- 1 banana 
- 1 ovo inteiro (ou duas claras)
- canela em pó


Começamos por colocar todos os ingredientes num recipiente qualquer, todos misturados sem qualquer tipo de ordem lógica. 
Coloquem bastante canela porque é o sabor que mais se vai destacar.


A segunda coisa a fazer é passar todos os ingredientes até se tornarem numa massa. Podem fazê-lo com uma varinha mágica ou na bimby.
Depois de tudo passado, a massa tem o aspecto da foto aqui abaixo à direita , fica espessa.


Usem uma frigideira anti-aderente ou caso a vossa não seja 100% anti-aderente, coloquem um bocadiiinho de azeite e espalhem com um guardanapo, apenas para que nada agarre. 
Depois colocam um pouco da massa e espalham ligeiramente para fazer o formato abaixo. 
Atenção, estas panquecas são pequenas! Têm cada uma cerca de uns 7 ou 8cm de diâmetro, portanto doseiem a massa dessa forma. 
O lume deve estar sempre brando para não queimarem (quando fiz estas das fotos queimei ligeiramente sem querer ahha), e com uma espátula viram dos dois lados até estar bem feita. 
Não é necessária demasiada precisão visto que a massa é 80% banana, mesmo que por algum motivo retirem antes do tempo nunca estará muito mal cozinhada.

Com esta massa e estas medidas faço sempre 4 panquecas.
Entre cada uma, coloco fios de mel, bocadinho de canela e morangos. 


E já está! 


As fotos seguintes podem encontrar pelo meu instagram (helenacoelho8) e se experimentarem comentem por lá para eu ver :D


Fitness | 10 workout musics


Recebi um comentário há dias sobre música que uso para me motivar para o ginásio, onde me pediam para eu partilhar a minha "playlist". 
Achei graça e uma vez que esta semana este pequeno rosinha apareceu cá a casa, achei por bem então fazer um post onde vos mostro 10 das inúmeras músicas que gosto de ouvir no ginásio em geral mas especialmente quando
estou a correr. 
Não esperem um gosto musical muito requintado ou actual neste post porque como disse, é uma selecção de músicas "de sempre" que me motivam, que funcionam comigo e que me fazem não querer parar e me mexer, de correr e que me dão "pica", independentemene de serem recentes ou antigas e afins. As mesmas músicas não funcionam com toda a gente por isso também quero saber as vossas!!

Aqui vão então, as dez de hoje:




(nota: acho que esta música deve ter sido especialmente escrita para motivar as pessoas a fazerem exercício, até porque se nota isso no vídeo. Quando já estou a correr há 15 minutos (já a ficar rota, 'né?) e ouço na música 
"Make no excuses now,
I'm talking here and now, Let's go!(..)

It's not about what you've done
It's about what you doing
It's all about where you going
No matter where you've been
Let's go!"
,

lembro-me que tenho de conseguir correr pelo menos mais um ou dois minutos do que no dia anterior para que o objectivo se cumpra, e consiga ir sempre mais longe do que onde estava antes)
















Contem-me tudo e digam-me algumas que gostem de ouvir quando fazem desporto, também!!

Fitness | Devil gets fit #5


Falhei em duas semanas neste post eu sei. Mas andei um pouco ocupada e entretanto não tive oportunidade para o fazer. Anyway, "andar ocupada" não significa faltar ao meu exercício físico diário.
Portanto, duas semanas, muita corrida, muito spinning e claro, Body Pump!! YEY! 
Entretanto passou um mes que estou no ginásio e começo a notar resultados a vários níveis. 
Eu sei que isto de adoptar um estilo de vida mais saudável, não se reflexe no corpo do pé para a mão e eu também não tenho pressa nenhuma, porque o que mais queria era fazer exercício com gosto e não por esforço e isto já tem um "check" na minha lista.
Faltar ao ginásio, para mim já é como faltar a um compromisso muito sério. Lá arranjo maneira de orientar o meu dia de forma a que consiga acabá-lo a criar força, músculo ou apenas resistência. 
Vejo que muita gente também já começou a inscrever-se no ginásio (normal na Primavera, toda a gente quem a barriga da Miranda Kerr para ir mostrar p'ró Guincho. (ahah)
Só espero que toda a gente que se inscreveu agora, continue bem depois do Verão e que continuemos todos a ser a nossa própria inspiração, não desistindo até ver reais resultados...até vermos que realmente está a valer a pena. 
É uma óptima altura para quem fuma, deixar de fumar...e começar a correr, a deixar o McDonald's de parte e começar a beber muita água. Só temos um corpo e temos de cuidar bem dele.
E para toda a gente que diz que quem faz muito exercício para mudar é porque não gosta do próprio corpo, eu só tenho a dizer que eu estou a mudar porque adoro o meu corpo. E porque só tenho este e é este corpo que me vai acompanhar sempre portanto, convém que o trate bem, que o estime e que me sinta bem nele :) E estou a fazer por isso.


At the Kitchen
 
 Como o minha dieta alimentar (atenção não é dieta para emagrecer, já tinha dito isso antes!), tem sido mais ou menos a mesma que vos expliquei nos posts anteriores, hoje vou responder a uma questão que já me têm feito nos comentários e afins: o que comer antes e depois do treino. 
Para responder a isso, recorri à Nutricionista autora do blogue Confluencias e que me disse que, tudo  depende a que altura do dia em que se pratica exercício físico: se antes da atividade física for feita uma refeição grande (almoço), devemos comer até duas horas antes tendo sempre hidratos de carbono pois são fornecedores de energia (massa, arroz...) e proteínas (carnes magras, peixes gordos, mas sem exagero). Evitar grandes quantidades de gordura, pois pode dificultar a digestão e atrapalhar o treino.

Se for feita uma refeição pequena (lanche), deve ser 1 hora e meia antes do exercício, para que os alimentos possam fornecer energia aos músculos. A melhor opção são os hidratos de carbono, fontes de energia por excelência: pães, frutas, barras de cereais, algumas bolachas (não de cremes e chocolates), o açúcar disponível neste tipo de alimentos é o suficiente para dar energia antes dos treinos e não leva a uma diminuição brusca de açúcar como os bolos de pastelaria ou chocolate.

 
Para a recuperação muscular, ou seja, depois do treino, é importante não demorar muito tempo a comer depois do treino. Tentar alimentar o corpo até 45 minutos após o exercício e depois fazer pequenas refeições de três em três horas (dependendo da hora do dia em que se treinar). 
A melhor recuperação pós-treino é feita com hidratos de carbono e proteína, essenciais para recompor os músculos. Se for um lanche poderá ser um pão com fiambre de perú e até mesmo um leite achocolatado, se for jantar um prato com legumes pois são ricos em fibras, alguns hidratos de carbono (arroz, massa, batatas mas em pouca quantidade por causa da resistência à insulina) e proteínas magras (carnes brancas ou peixe). Se a alimentação não for adequada, há maior possibilidade de fadiga e cansaço muscular, além da perda de rendimento nos próximos dias de exercício.

Como por norma, demoro sempre um pouco a chegar a casa depois do treino e se deve comer até 45minutos depois, como disse acima, levo sempre ou uma peça de fruta ou um iogurte líquido ou um leite achocolatado na mala do treino para comer/bebr logo que saia (por norma vou ao ginásio ao fim da tarde antes de jantar). Depois então em casa janto de acordo com o que disse acima também, tendo especialmente atenção à ingestão de muita proteína que é essencial à formação de músculo!

Ah.... e claro, não se esqueçam que hidratar é es-sen-ci-al!!!
E para completar tudo isto, já sabem que dormir bem faz parte de qualquer estilo de vida saudável e lembrem-se que durante a dormir, perdemos cerca de 450 calorias!!

At the gym 

Isto no ginásio tem sido muito muito muito bom. Cada vez menos é um esforço ir fazer exercício, aliás, sinto falta quando tiro o dia para descansar e não treino fico a sentir saudades de me cansar e de tentar tornar-me melhor. 
Como disse na introdução deste post, já passou um mês desde que me inscrevi no ginásio e foi altura de fazer algumas medições. 
Ora: aumentei de peso. 
Pois é... e nada de pânico por aqui, porque a balança não nos conta a história toda. 
Ora então, a balança só nos diz quanto pesamos ou seja: diz o peso dos nossos ossos, da água que temos no corpo, do músculo, dos órgãos e da comida que ainda não foi digerida. Portanto o nosso peso não representa apenas perda de peso ou ganho de músculo. 
Até podemos acordar de manhã mais pesados do que adormecemos e não comemos nada durante a noite. A não ser que tenhamos ingerido 17,500 calorias extra no dia anterior (um quilo de gordura equivale a 3500 calorias), não ganhámos gordura. 
Os números da balança mudam consoante a água de bebemos, o sal que ingerimos, o que suamos ou por exemplo pela quantidade de carbohidratos que consumimos... Com isto quero apenas dizer que não devemos ser escravos do nosso peso. Ganhei 1,5kg...that's ok! Comi melhor neste mês do que nos últimos três anos, fiz desporto como nunca fiz na vida e portanto tenho a consciência que não é 1,5kg de gordura! 

No corpo, exteriormente, ainda não noto muita coisa... claro, sinto-me menos "inchada", mais à vontade em certas roupas e até começo a ver os dois primeiros abdominais abaixo do peito (ahahha) mas onde mais notei foi nos braços, onde embora se note pouco, noto que o "músculo do adeus" está mesmo a ir-se embora, onde vejo que o Pump me está a ajudar a ganhar músculo, força e resistência. 


Mais do que isso, o que me está a deixar mesmo feliz é a resistência. A menina que entrou para o ginásio a correr 5 minutos já corre 20 :) 

O meu Índice de Massa Corporal está neste momento com 21,1 e ainda a percentagem de massa gorda que estava nos 30% quando fiz a avaliação no ginásio (gente, 30%...não é brincadeira. significa que 15kg do meu corpo eram gordura, shit shit shit i got to change that!!!!) e em 4 semanas passei dos 30% para os 26% :) 

O meu objectivo é chegar aos 20% de massa gorda até Junho! 



Bons treinos para vocês!!! 
E vão-me contando como está a correr tudoooo!!
Beijinho

Fitness | Devil gets fit #3


Queria começar o post desta semana a falar sobre algo que esta imagem à esquerda representa muito bem. 
Já não é a primeira vez que me dizem que adoravam conseguir também (lutar por um) estilo saudável mas não podem, porque são gordinhas e o corpo precisa "de mais alimento" e consequentemente não se mexem tão bem. 
Tal como na imagem, isso do "tenho os ossos muito largos e é por isso que sou mais cheiinha", não é bem assim e TODOS nós podemos mudar, se assim o quisermos. 
Não nos devemos tornar-nos sedentários e comodistas com o nosso corpo, a ambição deve ser notória em todos os pontos da nossa vida incluíndo com o peso, o corpo e afins porque gostarmos do que vemos ao espelho é 80% de caminho andado para nos sentirmos bem na nossa pele, sermos confiantes e transmitirmos isso onde quer que vamos. E atenção que há muitas magras que não se sentem assim tão bem com o corpo ou que desejavam ser melhores.
Por isso, seja qual for o vosso tipo de corpo, o que está escondido por dentro dele é que nos devia alertar para a necessidade de mudança e temos de aproveitar enquanto temos idade para tal. 
Eu tenho asma, vejo-me à nora para correr mais do que X tempo porque parece que os pulmões vão saltar e insisto enquanto para melhorar, correndo, caminhando com mais velocidade, com natação e afins, e aos poucos sinto-me a melhorar. Portanto não quero voltar a ouvir dizer que "tu consegues porque és magra", quem consegue é porque se esforça.
O nosso corpo avança ou regride de acordo com o que nós lhe impusermos. Sejam o CEO do vosso próprio corpo! ahaha



At the kitchen

Aqui a menina está semana foi uma bad bad girl
Houve uma festa de aniversário, um jantar com o Pê no The Fifties (neste restaurante não se comem saladinhas!!!) e bem, no fim-de-semana fui à Padaria Portuguesa. 
Portanto, fugi um pouco ao que andava a fazer tão direitinho, mas não foi porque me apetecia imenso ou porque não aguentava mais sem comer um doce, mas foram simplesmente as situações que me foram surgindo ao longo da semana. 
Sabem aquele gostinho que temos ao acabar um "ganda" menu no McDonald's? Aquele prazer de ter comido tudo aquilo?
Deixei de sentir isso. 
Comi um prato enorme no The Fifties, não me privei de nada, (mentira...optei por beber agua em vez de um refrigerante! ahah) emas no final de comer não senti grande gosto por ter dado uma facadinha nisto de ser saudável, bem pelo contrário.
Só imaginava a quantidade de quartos de hora que tinha de correr para que tudo aquilo não se acumulasse à volta do meu umbigoooo!
Acho que comer nas porções certas, horas certas e a comida certa...começa realmente a dar-me prazer! How good is that?
Tirando isso que disse, bebi SEMPRE 1,5L de água por dia (não consigo beber mais, senão tenho de ir 4 vezes à casa de banho por aula) e comi bem quando saí dos treinos, e ainda descobri uma coisinha nova que vos vou contar. 
Então não é que, a manteiga de amendoim é uma óptima aliada para antes ou depois de um treino? Junta com uma tosta integral ou com banana ou maçã, por exemplo, tem muita proteína, dá sensação de estarmos saciadas e ainda tem muita fibra. 



At the gym


Esta semana foi um pouco mais calma do que as outras, não tive tanta disponibilidade para ir ao ginásio e pelo menos uma vez, queria ir a uma aula que já estava cheia e fiquei muuuuito triste por não poder ir! Não me estava a apetecer ir para máquinas, queria mesmo mesmo fazer spinning e portanto, na segunda-feira passada não treinei. De resto, fiz quatro treinos que se resumiram a aulas, não fiz máquinas nesta semana.
Se há poraí alguém que perceba do assunto, ajudem-me, aconselhem-me! Eu deveria intercalar aulas com treinos de máquinas, ou treinar antes de certas aulas (por exemplo hoje vou fazer cardio antes de ir para Pump) e não ir apenas a aulas, mas como andei mais ocupada, ter feito alguma coisa e não ter deixado de ir já foi muito bom! 
Para quem faz Pump sabe que depois de uma ou duas faixas, os músculos das pernas ardem imenso! Começo a achar graça aquela dor/ardor e começo a habituar-me...menos no dia seguinte! Autch!
Portanto, duas aulas de Body Pump (i'm addicted!!!), uma de spinning, uma de Body Balance na sexta feira para relaxar e treinar flexibilidade e ainda...Jesus Christ, experimentei X55 xpress (ou seja, uma aula só de meia hora intensiva(íssima)). 
Nunca tinha experimentado nem fazia ideia do que fosse. Estava a sair da aula de Balance, toda zen e passou uma instrutora e disse toda motivada para eu ir experimentar a aula dela, não lhe queria fazer a desfeita e nem eu estava satisfeita com a calma na aula de Balance e lá fui. "Também é só meia hora", pensei eu. 
Meia hora in-ter-mi-ná-vel. Eu já estava dorida de spinning e Pump nos dois dias anteriores, e X55 é uma aula de localizada com muito muito muito movimento e eu já não tinha nem energia suficiente, nem glúteos que aguentassem com tanta insistência! 
Prometo ir tentar de novo uma aula de X55 versão de 45 minutos, pode ser que seja um bocadinho mais acessível, ou então terei de experimentar sem ter feito treinos de pernas nos dias anteriores. 

Quanto ao Pump, estou a continuar com o mesmo peso, 5kg e nas faixas em que é necessário mais carga, lá vou até aos 7. Acho que vou querer ficar por aqui até achar que este peso "é na boa" e depois logo se vê. 
É que tenho alguma facilidade em desenvolver músculo nos braços e isso assusta-me um pouco portanto não sei se quero assim tanto andar a fazer pump com 10kg mesmo à bicho! Veremos!

Estou muito curiosa para fazer de novo medições de IMC, percentagem de massa gorda e afins, já só falta uma semanita ou duas e logo vejo se há evolução!

Para quem segue este "devil gets fit", já sabem, usem tags no instagram ou contem-me a vossa experiência que eu quero saber!! beijinhos


Fitness | Devil gets fit #2



Mais uma semana de treino, mas desta vez foi um pouco menos intensivo porque não vou poder ir ao ginásio no fim-de-semana. Portanto só fui 3 vezes esta semana, enquanto que na interior tinha ido 6. 
Vou começar pela comida desta vez. 


At the kitchen

Portei-me ainda melhor esta semana do que na anterior! 
Muita fruuuuta, principalmente ao pequeno-almoço e ao lanche, muitas carnes brancas e peixe bem como saladas, sopinha e muita água.
Fui mostrando algumas fotografias no Instagram, partilhando convosco o que estou a mudar e coisinhas giras que nos motivam a comer melhor.
Mesmo quando tenho de almoçar na faculdade e não tenho muito tempo para comer, arranjei maneira de poder comer melhor, como por exemplo, não comer as típicas baguetes que se vendem em todo o lado mas sim levar a minha "baguete" com pão integral, bife de peru, alface e um ovo que tem muita proteína e é muito importante para quem faz desporto.

Comecei a colocar algumas gotas de limão em toda a água que bebo.
Limão tem vitamina C, logo ajuda a ganhar mais resistências e estimula o sistema imunológico, ajuda na digestão, é diurético, enfim...
Ah! Mais uma coisa... como sabem, a maioria das pessoas que andam no ginásio, tomam batidos de proteínas mas eu pelo menos por agora não estou a tomar nada, portanto cada vez que acabo exercício tenho muita atenção para comer sempre alimentos ricos em proteína, como as claras dos ovos, atum e bifes de peru ou frango, por exemplo.
Mas...apeteceu-me um crepe de chocolateee e comi! Ok? Eu como e nunca passo fome!! 
O que quero melhorar esta semana é juntar banana que também é rica em proteína, e falhou-me durante estes dias de treino.

Beber mais água...também tenho de melhorar!!


At the gym

Devemos sempre tirar pelo menos um ou dois dias para descansar e ir intervalando os treinos, não insistir demasiado nos mesmos músculos pelo que, tenho escolhido planos de treino diferentes para cada dia. 
Ponto alto da semana foi, experimentar Spinning. Há modalidades quase iguais ou muito semelhantes e diferem no nome dependendo do ginásio portanto, spinning, RPM, cycling ou whatever... é tudo muito parecido. 


Andava com receio do spinning porque tinha tido uma experiência má há uns anos, mas confesso que AMEI. E já está no plano de treino, ir pelo menos uma vez por semana (quero ir duas, na verdade) a estas aulas. 
Para quem não sabe, são aulas entusiasmantes em que a música dita o ritmo do exercício. 
São 50 minutos de puro ciclismo em grupo que simula vários percursos (subidas e descidas). 
A carga da bicicleta vai sendo aumentada para podermos simular o percurso e é aí que tudo fica mais complicado e puxado.
Têm como objectivo ganhar resistência, tonificar vários músculos (pernas, abs) e queimar gordura.
Numa aula de spinning é possível perder cerca de 600 calorias. How cool is that??

Eu que nem sou pessoa de suar muito, saí de lá completamente encharcada, cansadíssima mas cheia de vontade de voltar!
Objectivo no spinning para esta semana, pôr ainda mais carga e treinar para conseguir fazer a maratona de spinning que vai haver no ginásio dia 23 com 90 minutos de aula!!! Eu ia agora dizer que não vou conseguir, mas nisto do desporto não há "não consigo" né? 



Body Puuuuuuuump! 
Ahhh! A sério amo, amo, amo. Até agora é a única aula que me deixa completamente dorida pelo menos 3 dias seguidos (ahha)
E para quem acha que aulas de ginásio são para meninas, esta semana quase obriguei o meu irmão a ir comigo e mesmo ele que tem uma excelente preparação física disse que a aula o tinha levado à exaustão e também ele ficou fã, porque aulas com pesos, agachamentos e afins, esculpem o corpo, definem músculos, glúteos, abdominais, braços, bíceps,tríceps, quadriceps... por isso é perfeito!! Esta semana só fui a uma aula de Pump, mas a ideia é ir sempre a duas...terça e quinta, here i gooo! Na semana passada fiz toda a aula com pesos que nem chegavam aos 3kg. Esta semana pus 2,5 de cada lado, portanto, 5kg no total e nas faixas de exercícios mais puxados e em que é suposto pormos mais peso, fiz com 7,5kg no total. Tendo em conta que o meu irmão e mesmo o próprio instructor de Pump fazem com 15 ou 20kg... acho que o peso que fiz nem está mal!! Agora é preciso habituar-me completamente aos 5kg e depois aumentar mais um pouco! 

Deixo-vos aqui um vídeo onde se fala um pouco exactamente da aula de Pump que faço, que como vos disse no post passado, faz parte do programa Le Mills, que cria coreografias para imensas modalidades e que é dado em mais de 14 000 ginásios all over the world.


E ainda fiz...Body Combat.

Uma hora de "combate" sempre sempre sempre em movimento, transpirei tanto como no spinning se bem que, as dores surgiram mais na parte superior do corpo do que propriamente nas pernas. 
Já tinha feito e adorava, e voltei a gostar imenso, portanto é para continuar também! 
Depois da aula ainda fui correr 20 minutos na passadeira... VINTEEEE!! Mais 5 minutos do que nas últimas semanas! 
E pronto, agora as minhas semanas vão ser assim, uma aula de spinning, uma de Combat, duas de Pump, aos domingos Body Balance e nos intervalos disso tudo máquinas e cardio com força, passadeira, elíptica e musculação! 

Como vão os vossos treinos? 
Já sabem que quero saber tudo porque todas juntas é mais fácil e vejam no instagram tudinho, que eu também vejo os vossos!! Beijinhos e forçaaaaa, não se esqueçam do seguinte:




Fitness | Devil gets fit #1



Bem, isto não é completamente a minha primeira semana de mudança, mas é oficialmente a minha primeira semana inscrita no ginásio em Lisboa porque no último mês fui "tirando o pó dos músculos" em Viseu. 


At the gym

Perguntaram-me qual era o meu objectivo ao estar no ginásio e eu respondi que era "ter a barriga da Adriana Lima". Mas o instrutor respondeu: "pois, então teremos que pesquisar". (como é que é possível não saberem quem é a Adriana Lima, perguntava-me eu) Mas rapidamente expliquei que o meu objectivo é conseguir melhorar a minha resistência, tonificar essencialmente barriga e glúteos e baixar um bocadinho a percentagem de massa gorda (que está um valor normal mas que diminuirá com a tonificação dos músculos.
O plano de treino que me definiram é simples de cumprir, cardio na passadeira, elíptica e bicicleta, passar por várias máquinas de musculação para trabalhar braços e pernas, acabar com séries de abominais e aguentar-me uns 2 minutos em prancha (que dor!!) e fazer uns alongamentos e numa horinha tenho tudo cumprido. 
Há um mês atrás quando entrei no ginásio em Viseu, corri 5 minutos e pensei que o coração me ia saltar pela boca. Aos poucos, e em três semanas já consigo correr os 15 que me são propostos sem grande alarido e fico-me sempre mais ou menos pelos 2,5km ou 3km quando estou com menos preguiça. 
Já é algo que melhorei, já não tenho preguiça e receio de correr e agora vai ser sempre a aumentar, a velocidade, os quilómetros percorridos e o tempo de corrida. 


Como vou sempre intercalar os treinos de ginásio (cardio, musculação) com aulas, decidi começar a experimentar aos poucos. Comecei pelo Body Pump. Já tinha experimentado há uns anos, mas já nem me lembrava realmente de como era sentir "na pele". Estamos a fazer as aulas do Le Mills, e a turma que estava na aula já era constituída por pessoas que de certeza são assíduas, já sabiam a coreografia e tinham bastante mais resistência.
O instrutor foi meiguinho e deu-me relativamente pouco peso para fazer os exercícios (que são sempre feitos com uma barra de pesos), mas o que realmente custa são as repetições dos exercícios, os squats (agachamentos) que temos de estar constantemente a fazer e os abdominais do infeeeerno com que acabamos a aula. 
Bem... no dia seguinte, até vestir umas calças se tornou uma tarefa árdua. Ah, e em cada aula de Body Pump, queimam-se cerca de 500/600calorias (yey!)



Hoje de manhã (sim, ao Domingo de manhã também não há desculpas!!) fui experimentar Body Balance. Mais uma que já tinha feito há uns anos e por isso mesmo decidi ir reavivar a memória. É das aulas mais calmas por entre todas (body pump, body combat, body attack, spinning, etc etc), e queimamos cerca de 300calorias (o que é óptimo... porque a correr 10minutos de passadeira, quase nem se perdem 100!). 
É uma aula de movimentos calmos, que me remete muito ao yoga ou Tai Chi, que treina muito o equilíbrio, precisão de movimentos, músculos de forma localizada, tonifica e treina ainda a flexibilidade. E no final da aula... há sempre um momento relaxante tão bom que quase dá para adormecer. Mas não é nada fácil, os movimentos exigem muita força, flexibilidade e temos a todo o momento de contrair glúteos e abdominais, por isso continuei dorida (ainda mais) mas a sentir-me com a missão cumprida. Como não é uma aula em que nos cansemos até não podermos mais, ainda fui correr 15minutos a seguir. (ahah)

Objectivo para a próxima semana, começar a correr mais do que 15 minutos, experimentar aulas como por exemplo de spinning e bumbum (uma aula que se dedica só ao rabo...não é espectacular?).



At the kitchen

Como eu já tinha dito no post anterior... os abdominais são feitos 70% na cozinha e por isso, e já que estou numa de eliminar erros, comecei mesmo por aí. O truque é ter coisas saudáveis em casa, se eu não tiver nada que me obrigue a comer porcarias, vou optar pela via saudável. 
Anda-me a apetecer uma francesinha e daqui a dias vou comê-la, porque dias não são dias, porque se gasto muitas calorias também mereço um mimo quando me apetecer e porque o meu objectivo não é deixar de comer ou perder peso. Não me vou privar, simplesmente melhorar os hábitos.
E para isso, há várias coisas que já faço: pão integral em vez de pão normal, manteiga integral, atum em água em vez de ser em azeite ou óleo, fiambre de peru e nada de cereais de chocolate ao pequeno almoço (o meu pecado e um grande erro).
A única coisa que não consigo alterar é mesmo passar a beber leite magro, desculpem mas aquilo é água com aroma a leite. 
Eu sou intolerante à lactose, por isso bebo sempre leite sem lactose e é leite normal, nada de magro.  
Tenho sempre água comigo, passei e passarei a ter mais cuidado com os "midnight snacks" que eram tipo McDonald's à meia noite... 
e perco tempo com o meu pequeno almoço e lanchinhos para o resto do dia, se for para estar muito tempo fora de casa. 
Comprei imensa fruta e estou viciada em misturá-la com cereais integrais ao pequeno almoço. Verduras, mais peixe, carne de aves ao invés de carnes mais gordas e nada de refrigerantes. 

Isto será uma longa jornada mas não é impossível de conseguir e bem, lamentarmo-nos não queima calorias por isso, vamos trabalhar pelos nossos objectivos! 

Como vão os treinos pelos vossos lados?

Fitness | Devil Gets Fit



Ora então vamos lá ter um momento intimista, uma espécie de confessionário. 

Desde que me lembro de ser gente que faço desporto. Lá em casa tinha o exemplo do meu irmão que fazia tudo e mais alguma coisa e os meus pais achavam por bem que eu fosse uma rapariga com muita actividade, vai daí...eu tinha aulas de piano, eu tinha ballet, eu andava na natação e por aí pelo meio ainda dava para ir às aulas. 
Fiz ballet durante bastantes anos e acho que é o desporto que me trouxe mais postura, que me deu gosto por ser feminina, pela dança, por me mexer e pela classe. 
Fiz actividades e desportos diferentes vários anos até que fui deixando um e passando para outro e assim sucessivamente até experimentar um pouco de tudo o que era possível lá na zona de Viseu. 
Depois do ballet fiz ginástica acrobática. Tinha imensa flexibilidade, e o meu metro e vinte era coisa que me favorecia nesse sentido. Entretanto já me preocupava um pouco mais com a forma, e andei num ginásio, fiz um grupo de dança e treinávamos imensas vezes, até que, me fiquei apenas pelas aulas de Educação Física duas vezes por semana. 

Veio a faculdade...e a Lena virou sedentária à frente de um computador. Ah, esperem...sendentátia e amante de comida, coisa que me passava completamente ao lado. Ora vai daí que uma pessoa começa a crescer, para os lados... porque o meu metro e meio ficou-se mesmo por aí. 
Desde que vim para Lisboa que os meus hábitos de desporto são nulos, passei a ter asma, alergias a tudo o que mexe, intolerâncias e agora sinto-me um copinho de leite que não consegue correr mais do que 5 minutos. 
Aqui, tenho o elevador que não me obriga a descer escadas. Mas em Viseu, a casa de 3 andares não me dá abébias e portanto, a última vez que fui lá a resolvi ir buscar algo à garagem e me senti sem fôlego, bati com o pé no chão e decidi que algo tem efectivamente de mudar. 

Comecei a ver o Instagram de uma blogger, a Fabulous Vi, que mudou todos os hábitos da vida dela (ela já é mais velha que eu e já é mãe) e em menos de um ano a comer "clean" e várias idas ao ginásio por semana, tem abdominais, pernas tonificadas, braços e costas tonificadas e é completamente inspirador. 
Ela e outras como ela, inspiraram-me completamente e agora é a minha vez. 


Como menininha que sou, precisava de algo que me me fizesse sentir motivada. Ténis rosa, garrafa rosa, toalha rosa e uns pares de roupa de desporto. Agora sim. (ahahah) 


Não é para perder peso, mas sim para criar hábitos saudáveis. Eating clean é o primeiro passo, e o segundo é fazer exercício. Até porque, como se costuma dizer, os abdominais são criados 70% na cozinha. 
A partir de agora podem encontrar aqui vários posts dedicados à mudança, motivação e com dicas do que vou aprendendo e fazendo. 
Também me podem encontrar no instagram em @helenacoelho8 e o tag #devilgetsfit é onde estarão todas as inspirações! 


E se ainda ficaram com dúvidas se também devem fazê-lo, atentem na imagem acima. 
O mesmo peso de gordura e músculo, que ocupam uma área completamente diferente no nosso corpo. 
Nunca é tarde para mudar e por isso, 'boraaaaa!
Este post representa um compromisso com quem me lê e por isso não vou querer falhar, e era bem mais engraçado ver o que vocês fazem desse lado também!
Contem-me também as vossas experiências, façam tags no inatagram com o #devilgetsfit e partilhem comigo porque juntas é bem mais giro!!